Militares do NATO Tiger Meet realizam “in processing”

Durante os últimos dias chegaram à Base aérea N.º 11, em Beja, além de militares da Força Aérea, Marinha e Exército, militares da Suiça, Holanda, Itália e Polónia para participarem no exercício NATO Tiger Meet 2021. À chegada todos realizaram o “in processing”.

Este processo é composto por diferentes fases administrativas que podem variar consoante as necessidades logísticas dos participantes. A primeira fase consiste na identificação do militar, que permite à organização saber quem é o participante, o país de origem e a que força pertence. Existe ainda a fase da gestão de documentação, de alojamentos, atribuição de cartões de viaturas e a financeira.

A chefe do orçamento e finanças do exercício, Capitão Carla Santos esclarece que este processo é muito importante na medida em que “é a primeira impressão que todos os militares têm (estrangeiros e nacionais) da organização do exercício e, portanto, não queremos que nada falhe logo no primeiro dia”.

Depois deste processo os participantes recebem um welcome package e são direcionados para um welcome briefing, onde lhes são apresentadas todas as áreas do exercício e as respetivas regras de segurança dentro da unidade, os procedimentos médicos a adotar face à pandemia da COVID-19, bem como os horários e os pontos de interesse dentro da Base Aérea N. º11. 

 

VEJA AS FOTOGRAFIAS